Resistência Arco Íris

Resistência Arco-Íris

Notícias

 

"É importante que as pessoas se manifestem contra legislações discriminatórias", disse em entrevista para a Variety. Qualquer coisa que discrimine e faça um grupo se sentir separado precisa ser confrontado."

Leia mais em https://www.uol.com.br/splash/noticias/2022/03/27/jessica-chastain-apoia-manifestacoes-pro-lgbt-de-funcionarios-da-disney.htm?cmpid=copiaecola

Segundo Klaveness, é intolerável "empregadores que não garantam a segurança dos seus trabalhadores e responsáveis políticos que não querem organizar jogos de mulheres e que não protejam a segurança da comunidade LGBT".

A presidente da Federação Norueguesa de Futebol, Lise Klaveness, instou esta quinta-feira a FIFA a "dar o exemplo" quanto aos direitos dos trabalhadores, das mulheres e da comunidade LGBT, durante o 72.º congresso do organismo, em Doha.

Leia mais em

https://www.ojogo.pt/internacional/noticias/noruega-insta-fifa-a-dar-o-exemplo-sobre-trabalhadores-mulheres-e-lgbt-14731018.html

Em entrevista à CNN Rádio, no CNN no Plural, o consultor em Direitos Humanos Alexandre Leal defendeu que a situação de refugiados LGBTQIA+ – tanto no geral, quanto os da guerra da Ucrânia – é ainda mais vulnerável.

O especialista explicou que a Rússia tem sido o país do Leste Europeu que “tem capitaneado uma ofensiva contra os direitos da população LGBT”, especialmente após a implementação da lei antipropaganda, em que conteúdos de diversidade sexual e de gênero em filmes, propagandas e mesmo nas escolas são proibidos.

Leia mais em:

https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/refugiados-lgbtqia-estao-mais-sujeitos-ao-trafico-e-exploracao-diz-especialista/

A psiquiatria é um ramo da medicina importante para a saúde integral das pessoas transgêneras, em virtude das múltiplas formas de violência que esta população enfrenta.

Dr. Miguel de Castro Santos é médico psiquiatra, com atuação nas áreas de saúde mental, saúde pública e diversidade. Mestre em Promoção de Saúde e Prevenção da Violência pela UFMG, tendo pesquisado o acesso à saúde de pessoas trans em Minas Gerais. Ex-integrante da equipe do Ambulatório Multidisciplinar Especializado na Assistência às Pessoas Trans e Travestis do Hospital Eduardo de Menezes, da Rede FHEMIG, atuando entre 2018 e 2022. É nosso convidado para conversar sobre sofrimento mental, transvestegeneridade e o papel da psiquiatria na saúde da pessoa transgênera.

Leia a entrevista em

https://observatoriog.bol.uol.com.br/noticias/saude-mental-e-pessoas-trans

Para ele, as pessoas são perseguidas quando enfrentam o movimento LGBT, fazendo uma analogia com o que a Bíblia diz sobre o que acontecerá com quem não tem a marca da besta.

“A marca da besta é esta: LGBT. Se não aceitá-la, você sofrerá sanções financeiras. O jogador Maurício Souza rejeitou a marca e foi despedido”, publicou ele na época que o atleta foi demitido do Minas Clube e da Seleção Brasileira de Vôlei.

 

Leia mais em

https://queer.ig.com.br/2022-03-29/pastor-marca-da-besta-ativismo-lgbt-processado.html

Apoio